sábado, 12 de março de 2011

Falsidade em ti ? é o que não falta.

Agora descobri que um dos piores lados do ser humano encontra-se em ti.Bem não foi bem agora , porque vou ser sincera ; nunca te achei a pessoa mais sincera de todas, mas também nunca te achei a maior falsa existente.Ao contrário de agora. Tu que eras das pessoas em que mais confiava ; que mais temia perder ; que mais amava ; nunca desisti de ti embora tu desistisses facilmente. ; sempre foi um medo perder-te. 
E agora ? ao longo dos tempos ; dos erros ; das desilusões, percebo que tens 'duas caras' ;  'duas personalidades' ; 'dois seres'. Não vou estar a descrever e a caracterizar a nossa amizade ; toda a gente a conhece. É a mais  interessante de todas , confesso. E ainda é mais interessante por que no fim, acaba. Fartei-me de tudo ; das mudanças de humor ; das infantilidades ; dos 'desisto' ; das desculpas fracassadas ; das falsidades infinitas.   
Na verdade isto já devia ter sido feito ; da devia ter acabado com esta falsa amizade. Porque no final tudo foi em vão ; todas as palavras que me dizias ; todos os textos me fazias ; todos os gestos que aconteciam entre nós ; tudo. Porque agora penso . 'Mas será que alguma daquelas coisas , foram sentidas ? ou foram feitas por fazer ? ou então aquilo tudo que dizia era tudo uma mentira ? uma falsidade ?' pois não sei , mas sei que um dia irei saber. 
Foste mais que uma falsa ; mais que uma praticante da falsidade ; traíste-me ; mentiste-me ; manipulas-te ; foste falsa ; e com isto tudo o que foi que ganhas-te ? explica-me ? pois eu digo, a única coisa que ganhas-te foi a fama de ser falsa, a fama que andas a alimentar de dia para dia. Nunca paras.
Não conseguia viver sem ti ; agora não te consigo ver á frente. Metes-me nojo ; tornaste-te numa porca ; numa oferecida ; não mereces a minha pena ;  tornaste-te numa falsa , na maior falsa que conheço.
Não vou negar ; não me és indiferente ; sempre tive bons momentos contigo ; mas vejo que nenhum foi totalmente verdadeiro. És a minha maior desilusão ; magoaste-me ; desiludiste-me como nunca ninguém o fez ; confiava em ti como ninguém ; considerava-te a minha confidente. 
Se isto é um fim ? sim é um fim. 

Sem comentários: